Por que SBTi?

28.01.22 | report

Por que minha empresa deve estabelecer metas de acordo com a Science Based Targets initiative (SBTi)?

A ciência climática é clara. Devemos reduzir pela metade as emissões globais antes de 2030 e alcançar as emissões líquidas zero antes de 2050. As empresas desempenham um papel fundamental na transformação que é necessária. Empresas com metas baseadas na ciência estão no caminho certo para reduzir as emissões pela metade nesta década – esse é exatamente o ritmo e a escala exigidos pela ciência climática. Não há tempo a perder.

Para mais informações sobre como empresas com metas baseadas na ciência estão reduzindo suas emissões, consulte o SBTi Progress Report 2020: https://sciencebasedtargets.org/resources/files/SBTiProgressReport2020.pdf

Qual o futuro da SBTi, considerando o cenário do SBTi’s Corporate Net-Zero Standard?

A SBTi planeja acelerar o crescimento exponencial do número de empresas que estabelecem metas de redução de emissões de curto e longo prazos, baseadas na ciência, com foco em ações imediatas, ambiciosas e robustas. Todas as empresas em todas as geografias e setores devem agir urgentemente.

Qual o futuro do relato corporativo?

A prestação de contas quanto aos compromissos corporativos é a chave para construir confiança e apoiar a entrega de metas corporativas confiáveis. Todas as empresas comprometidas com a SBTi devem participar de um rigoroso processo de estabelecimento de metas e dentro de 24 meses receber a validação de suas metas. Se esse prazo não for cumprido, a empresa deixa de ser uma empresa comprometida com a SBTi e é removida do site da iniciativa.

Uma vez aprovada a meta de uma empresa, ela deve informar anualmente suas emissões de GEE e seu progresso em relação às metas, por meio de relatórios anuais, relatórios de sustentabilidade, o website da empresa e/ou a divulgação através do questionário anual do CDP: https://www.cdp.net/en/companies-discloser

A SBTi está atualmente criando uma estrutura de medição, relatório e verificação (MRV) para garantir transparência e responsabilidade em torno do progresso e cumprimento das metas corporativas baseadas na ciência de curto e longo prazos. Essa estrutura estabelecerá expectativas e orientações claras para as empresas sobre como relatar, avaliar e verificar o progresso em relação às metas e a declarações de alcance dessas metas. Isso melhorará a qualidade dos dados e a responsabilidade das empresas comprometidas com a SBTi e, assim, construirá confiança entre as partes interessadas.

O desenvolvimento dessa estrutura de mensuração, relato e verificação será apoiado por um processo multistakeholder e explorará parcerias com atores-chave para a criação de um MRV robusto. Esse processo será lançado juntamente com a publicação de nosso Relatório de Progresso 2021, no início de 2022.

Para ler outras entrevistas e saber mais sobre o tema, leia o nosso estudo Os Caminhos do Relato ESG – Um panorama sobre os frameworks e standards mais utilizados em: www.gruporeport.com.br/publicacoes

posts mais recentes